anatomia interna

para o estudo da anatomia interna do coração estamos analisando cada uma das cavidades cardíacas:

atrion direito

A primeira cavidade que vamos analisar é o átrio direito. Essa cavidade é a primeira a que o sangue carboxygenizado da circulação geral chega. Vamos analisar os diferentes relevos que mostra em sua anatomia interna:

Рna parte superior, observamos o orifício da boca da veia de cava superior.

Рna parte inferior Observa-se o buraco da boca da veia da cava inferior. Neste buraco, vemos uma pequena válvula sob a forma de uma semiluna, é a válvula da Vena Cava baixa ou a válvula de eustachian.

РUm pouco dentro do buraco da cava inferior Vena, perto do interrauricular Septum, o buraco da boca é visto (grande veia encarregada de coletar sangue venoso das paredes cardíacas), este buraco também apresenta uma válvula pequena, a válvula sinusal coronariana ou a válvula de tesão.

– Na parede externa, a superf√≠cie atrial tem in√ļmeras rugosidade constitu√≠da pelos m√ļsculos da pectina.

РNa parte AnteroExterna do átrio direito Há um pequeno recesso que prolonga o átrio Para frente e para fora, é a escotilha direita da orelha, que faz parte de várias colunas carnudas.

O orifício atrioventricular direito é anteriormente, com a válvula tricuspide (esta válvula será analisada abaixo).

РA parede interna do átrio direito é formada pelo septo interrauricular, é bastante fina e pode ser vista nisso uma pequena depressão chamada fossa oval por sua forma, corresponderia à comunicação existente no feto entre o átrio direito e a esquerda pelo chamado foramen oval, no adulto esta comunicação é fechado, mas às vezes você pode tirar ligeiramente o fundo da poço ser capaz de passar uma sonda do átrio direito para a esquerda, esta Sabe como um tanque oval permeável à sonda.

Vista lateral da direita √°trio.
Imagem do Netter.

√°trio esquerdo

é mais ou menos arredondado, os acidentes mais importantes Eles são:

РNa parte antereoexterna, há um pequeno divertículo, é a orla esquerda e tem características semelhantes à direita. РAnteriormente, o orifício atrioventricular esquerdo com a válvula mitral ou de bicuspeto pode ser observado.

РA parede interna é formada pelo septo interrauricular, pode ser visto uma área muito fina que corresponde à vedação oval vista . Do lado esquerdo, esta área também é conhecida como hoz do septo.

РA parede traseira do átrio esquerdo é suave e pode ser visto a boca das quatro veias pulmonares, dois direitos e Dois à esquerda.

Imagem do Netter.

ventrículo direito

O ventr√≠culo direito tem paredes de espessura inferior do que esquerda, uma vez que tem que realizar menos for√ßa e economizar menos resist√™ncia (envia o sangue para os pulm√Ķes que s√£o muito pr√≥ximos, nas laterais do cora√ß√£o).

na parte superior do ventr√≠culo direito Existem Dois buracos, colocados mais dormente, recebe sangue do √°trio direito, √© o buraco atrioventricular direito onde a v√°lvula tric√ļspide est√° localizada. O outro buraco est√° localizado mais ventralmente pela frente e um pouco √† esquerda do buraco atrioventricular, √© o buraco da art√©ria pulmonar, d√° ao sangue do ventr√≠culo direito e a v√°lvula pulmonar √© encontrada.

No interior do ventr√≠culo direito, duas por√ß√Ķes s√£o diferenciadas pela apar√™ncia de suas 7 paredes:

  • c√Ęmera venosa: est√° localizado na parte inferior do ventr√≠culo direito, abaixo da v√°lvula tricuspide apresenta numerosos √°speros chamados colunas carnudas. H√° uma coluna carnuda bastante desenvolvida e que √© importante saber, √© o reboque septomarginal ou a l√Ęmpada arciforme, tende do septo interventricular √† base do m√ļsculo papilar anterior. A trab√©cula septomarginal √© importante porque cont√©m o ramo certo do lasciculoso de sua, que pertence ao sistema de condu√ß√£o card√≠aca e analisaremos mais tarde.
  • infundibulo, cone arterial ou c√Ęmera arterial: est√° localizado em cima do ventr√≠culo direito, acima da c√Ęmara venosa e inferiormente ao orif√≠cio da art√©ria pulmonar, as paredes do infundibulo s√£o praticamente suaves e em conjunto formam um tipo de funil, com base na cavidade ventricular e v√©rtice na v√°lvula pulmonar.

ventrículo esquerdo

suas paredes s√£o mais espessas do que as do ventr√≠culo direito que j√° tem que agir em um circuito de maior press√£o (maior ou circula√ß√£o sist√™mica). Tem uma forma mais ou menos c√īnica, com uma base maior e √°pice que corresponde ao √°pice card√≠aco.

Upperly o sangue vem do átrio esquerdo através do orifício atrioventricular esquerdo, no qual a válvula mitral fica. Na frente e dentro do buraco atrioventricular esquerdo, o furo aórtico que dá a tomada de sangue está localizado e é fornecido com uma válvula (aórtica).

No interior do ventr√≠culo esquerdo, duas por√ß√Ķes s√£o diferenciadas pelo aspecto de suas paredes:

  • c√Ęmera venosa: Est√° localizado abaixo da v√°lvula mitral, tem in√ļmeras rugosamente chamadas colunas carnudas de caracter√≠sticas semelhantes √†s do ventr√≠culo direito.
  • A parte do ventr√≠culo esquerdo que permanece abaixo do orif√≠cio a√≥rtico √© chamado de hall aortic ou c√Ęmera arterial e suas paredes s√£o suaves.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *